quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Como fazer para amar a todas as pessoas!


Quando alguém nos ofende, como proceder?

A receita é: pensa em quanto essa alma é importante a Deus, que essa pessoa, é também sua irmã em Cristo e que seu único dever com ela, é amá-la eternamente.

Faz assim: Não a rejeites, nem revide o mal com o mal, mas como Jesus na Cruz diga: Pai perdoa porque essa pessoa não sabe o que faz.

Temos de ter misericórdia com as misérias do próximo e também as pessoas com as nossas. Todos nós somos pecadores, alguns podem cair em pecado mais vezes e mais gravemente, mas todos nós, sem exceção enquanto estivermos nessa vida, infelizmente cometeremos algumas ações contrárias à vontade de Deus.

Isso não significa aceitar o mal, pelo contrário, o mal nos afasta de Deus. Não se deve aceitar o pecado, mas deve-se aceitar o pobre pecador, amando-o como Jesus faria.

Cada um de nós, deve se esforçar ao máximo para não ceder ao mal, sempre revidá-lo com o bem, sempre amar. Mas isso só é possível com vida em Deus, em oração, em aprofundamento espiritual na vontade Divina.

Não devemos nos concentrar no mal que há atualmente no mundo, porque se assim procedemos estaremos no caminho de nele entrarmos. Ao contrário, devemos aceitar a paz divina que Deus nos dá, vivê-la de fato e transmiti-la a todos sem exceção alguma.

Como cristãos devemos amar sem limites e sem julgamentos, vivendo em paz, amor, cordialidade, respeito e verdade como Cristo, que venceu a morte e passou por essa vida vivendo a plenitude do amor.

Deus é a cura de todo mal. Para procurarmos preservar a nós e a nossos irmãos de todo mal, devemos orar se possível diante da cruz todos os dias, pois sem oração não podemos encontrar paz.
Sem oração, estamos suscetíveis a cometer a todo instante os mesmos erros daqueles que não compreendem mais o amor a Deus, ao próximo e a si mesmo.

Um bom método para seguirmos todos os dias é: rezar de manhã, pedindo que Deus abençoe nosso dia e nossos afazeres, depois ler um trecho da bíblia procurando vivê-lo no dia, em cada dificuldade pensar em como Jesus agiria nesse momento e procurar imitá-lo humildemente. No meio do dia achar um tempo e rezar novamente, renovando as forças em Deus e para finalizar, terminar o dia rezando e refletindo todo o dia que se passou e agradecer ao Pai pela sua misericórdia infinita com todos nós.
É preciso buscar a Deus, se Ele é ultima lembrança de teus pensamentos, então as coisas do mundo podem estar tendo para você têm mais valor que o próprio Deus!

Temos de estar de prontidão a todo o momento a dizer: Eis-me aqui, Senhor, eis-me aqui para amar meu irmão que me ama, mas também aquele que não me ama e me fere de tantas maneiras, eis-me aqui para ajudar os necessitados de teu amor, eis-me aqui para ser o ultimo para que Tu sejas o primeiro, eis-me aqui porque aí de mim, se não estiver pronto para responder a sua voz, ai de mim se passar por essa vida sem compreender o amor, ai de mim se o Senhor passar por mim e eu indiferente, não vos reconhecer...!

A todo instante Deus passa por nós, a todo instante Ele nos ama para sempre!

Como cristãos temos de ter tempo e espaço para Deus.

Ao aprofundarmos na vida de oração, nos aprofundamos na vida espiritual. Sem vida espiritual fica difícil compreender a beleza e a necessidade do amor ao próximo nos dias que estamos vivendo.
Nós precisamos da oração! Isso é uma exclamação, não há dúvidas, não há o que questionar, aquele que se diz cristão, mas não reza, acaba inevitavelmente ficando confuso em si mesmo, porque não falando com Deus que ama, cuida e instrui, acaba dependendo somente de si mesmo e de suas próprias forças, mas homem algum se sustenta em si mesmo, sem ir de encontro a Deus.

Para alcançar o amor ao próximo devemos ir além da razão, o amor mais profundo brota do coração que se doa, que não espera ser amado, mas espera amar, a razão por si só não compreenderia isso, mas para o coração, o amor não precisa ter lógica extrema, ama-se porque o amor é doação, é sentimento, vem do interior, do mais profundo do ser.

A vida muda com oração, ela jamais é igual como quando não se orava, sempre é melhor, sempre nos faz caminhar melhor e mais rapidamente até a cidade celeste.

Reabastecidos com a Luz de Deus, teremos Luz para transmitir aos irmãos, ainda mais aqueles mais necessitados, que se encontram já como que em trevas profundas na vida, às vezes quando levamos a eles essa Luz do alto, ficam até meio cegos, porque a luz de Deus é muito forte, mas aos poucos, eles vão abrindo os olhos e aquela luz antes rejeitada, esquecida, abandonada, passa a ser luz inflamada no peito, que entra para nunca mais sair se a pessoa permitir.

Como função de toda luz é deixar tudo claro, muitas misérias ficarão visíveis, mas com a revelação das misérias, também vem a revelação do amor divino, que tudo transforma perdoa e purifica se a alma se abrir a verdade.

Em nosso coração devemos ter um enorme desejo de Deus e da salvação das almas, assim conseguiremos amar a todas as pessoas.

Quando nos sentirmos tristes e quase perdermos as forças devido à maldade, olhemos Jesus na cruz e pensemos: Ele foi traído, os amigos o abandonaram quando disse que sua alma estava numa tristeza mortal no horto das oliveiras, ele foi preso, todos buscavam um jeito de condená-lo sendo que ele nada fez de errado, cuspiram nele, lhe deram socos, bofetadas, foi injustamente julgado ser pior do que o pior dos ladrões, pois Barrabás foi escolhido para ser libertado em seu lugar, fincaram espinhos em sua cabeça através da coroa de espinhos, davam-lhe na cabeça com uma vara, foi golpeado, ridicularizado, arrancaram pedaços de sua carne, suas forças foram quase totalmente sugadas quando carregou a pesada cruz sob os ombros, suas mãos e seus pés sentiram a dor de serem pregados em um pedaço de madeira, foi morto e como se ainda não bastasse fincaram uma lança em seu peito.

E ele sofrendo tudo isso, deu o maior testemunho de amor! Amou até o fim, venceu a vida, venceu a morte e nos libertou pelo amor e é procurando viver esse mesmo amor que mostraremos ter compreendido suas palavras.

Relembremos, portanto algumas frases de Jesus a respeito desse assunto e jamais nos esqueçamos de amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo:

“Eu, porém, vos digo: amai vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam, orai pelos que vos maltratam e perseguem.” (MT 5, 44)

“Tendes ouvido o que foi dito: Olho por olho, dente por dente. Eu, porém, vos digo: não resistais ao mau. Se alguém te ferir a face direita, oferece-lhe também a outra.” (MT 5, 38)

“Bem- aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia!” (MT 5, 7)

“Se estás, portanto, para fazer a tua oferta diante do altar e te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa lá tua oferta diante do altar e vai primeiro reconciliar-te com teu irmão; só então vem fazer a tua oferta.” (MT 5, 23-24)

“Tudo o que quereis que os homens vos façam, fazei-o vós a eles.” (MT 7, 12)

“Então Pedro se aproximou dele e disse: “Senhor, quantas vezes devo perdoar a meu irmão, quando ele pecar contra mim? Até sete vezes? Respondeu Jesus: “Não te digo até sete vezes, mas até setenta vezes sete.” (Mt, 18, 21-22).

6 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

* Caso o comentário seja contrário a fé Católica, contrário a Tradição Católica será deletado.


Queria dizer que...

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.